(34) 99969-0040 contato@diariodocerrado.com.br

Respeitem os professores e professoras, por Gustavo Brasileiro

2022-02-09 14:48:04
Diario do cerrado: Respeitem os professores e professoras, por Gustavo Brasileiro

Foto: Arquivo/Gustavo Brasileiro

Hoje quero utilizar do nosso tempo, para esclarecer para os pais, mães, professores, alunos e alunas, enfim, a toda a nossa população sobre o novo piso salarial dos professores da educação básica das escolas públicas. Ação do governo federal que visa a melhoria da qualidade do ensino e valorização dos profissionais da educação. 

Na sexta-feira passada o governo federal anunciou e assinou a Portaria que concedeu aos professores da Educação básica da rede pública do Brasil, um reajuste de 33,24%, representado em aumento salarial de quase R$ 1.000,00. O novo piso salarial foi fixado no valor de R$ 3.845, 63, em todo o território nacional. O novo patamar remuneratório tem como base o percentual de crescimento do valor mínimo por aluno-ano do FUNDEB dos dois anos anteriores, impactando mais de 1,7 milhões de professores em todo o país, onde nós temos mais de 39 milhões de alunos nas escolas públicas. 

Um passo importantíssimo na valorização e no reconhecimento da educação no Brasil, principalmente da educação pública. Valorizar o professor, é valorizar o povo brasileiro, é investir no presente, garantindo um futuro melhor para o nosso povo. 

Infelizmente, os professores e professoras não receberam com ânimo a notícia do aumento do salarial. A bem da verdade, perderam a esperança que a educação no Brasil seja prioridade dos nossos governantes. O que, em certa medida, infelizmente é uma grande verdade. É preciso dizer e reconhecer, que não basta a vontade do presidente ou do ministro da educação. Pela autonomia federativa, cumpre aos prefeitos (rede municipal) e aos governadores (rede estadual), implementarem o reajuste salarial previsto pelo governo federal. 

A verdade, é que a grande maioria dos prefeitos e governadores não vão efetuar o pagamento do piso definido pelo governo federal, e estão apresentando um reajuste, pífio, menor que a inflação, em torno de 8%. Alegam que não possuem recursos financeiros. Aqui, como assessor especial do ministro, alerto que os prefeitos e governadores precisam ter responsabilidade e respeitar os professores e a nossa nação. 

A complementação da União ao Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb) será de R$ 30,1 bilhões. Os prefeitos e governadores ao não pagarem o novo piso salarial demonstram não ter a educação como prioridade. Estão mais preocupados com o asfalto do que com pessoas. O recurso federal, que é vinculado para o financiamento da educação nos munícipios e estados, aumentou, sendo injustificável o não pagamento do piso. Temos uma das piores remunerações aos profissionais da educação, entre 40 países avaliados pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). 

É inaceitável e inconstitucional não respeitar o novo piso salarial!

Ânimo professores, vocês merecem respeito e são protagonistas da nossa história!

A nossa luta continua!


 

 

Siga  O DIÁRIO DO CERRADO no Facebook e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Se você quer anunciar no Diário do Cerrado e fazer bons negócios aqui é o seu lugar. Venha para o Diário do Cerrado - ”Aqui a Parceria é certa”. Fale agora - (34) 999690040 (WhatsApp)

Comentários

Envie seu comentário

COLUNISTAS

Walter Guimarães

Rev. Lúcio dos Reis

Kadidja Martins

Rodrigo Ferreira

Gustavo Brasileiro